domingo, 4 de julho de 2010

Crítica da semana: Extermínio (28 Days Later)/2002

Extermínio é o tipo de filme de zumbi que não precisa de muita violência, muito sangue e muito menos sexo and rock'n'roll para ser um sucesso. O que temos é uma análise de uma sociedade sem futuro: o caos, o medo e a destruição - e uma ótima e deliciosa surpresa: Cillian Murphy.

Há muito tempo eu sou uma daquelas milhares de pessoas que simplesmente (mesmo sabendo que tem que trabalhar pela manhã) espera aquela apavorante musiquinha do Intercine para saber e, se for bom, ver o filme da madrugada. Eis que numa aventura dessas eu assisti a um dos melhores filmes de zumbis (viva Romero!) que eu já tive notícia: Extermínio (28 Days Later/Reino Unido/2002).

É interessante termos um filme de baixo orçamento, atores (na época) pouco conhecidos, uma proposta batida e Londres como pano de fundo. Essa combinação perigosa deu um grande resultado. E logo nas primeiras cenas você percebe isso.

Qual o diferencial? Ao contrário do que badalados, caros e artisticamente bisonhos filmes do gênero (leia-se Resident Evil e todas as outras franquias) possuem, aqui há um filme que preza pelo conteúdo e ações - esses zumbis correm como um velociraptor!

O diretor Danny Boyle já era conhecido pelo polêmico Transporting de 1996 (e mais tarde ganharia muita fama com o filme, vencedor do Oscar, Quem Quer Ser Um Milionário/2008). Com Extermínio, mostrou-nos que os zumbis não devem ser menosprezados, pelo contrário! Porém não lhes dá mais espaço do que convém: o importante é mostrar a situação de total desesperança e pavor que uma eventual catástrofe pandêmica poderia causar. E quem melhor para transmitir isso do que os atores?

A história é simples - um ataque a um laboratório libera um novo vírus da raiva por Londres. Quase toda a população é atingida e transforma-se em máquina de matar. Poucos escapam. De repente, numa troca de cena, nos deparamos com o abrir de olhos (de magnífico azul) de um rapaz que esteve em coma durante os 28 dias de disseminação do vírus, Jim (Cillian Murphy). Daí por diante é a descoberta de sobreviventes, um modo de salvar-se e acreditar no futuro. Há horas em que você fica encantado com a trilha sonora, com as belas locações em Londres e aquele clima de paz que uma cidade desabitada tem. Em outros momentos, devido ao baixo orçamento, as tomadas de luzes te dizem que realmente faltou dinheiro, fatos que são contornados pela técnica e talento.

E finalmente - Cillian Murphy. Quem viu Batman Begins (2005) sabe de quem estou falando. O então futuro Jonathan Crane/Espatalho despontou para o mundo. Ator fantástico. Ele tem uma expressão muito forte que é ressaltada no filme. Sua voz imponente e seus olhos dão um tom exótico e misterioso aos seus trejeitos.

Extermínio é altamente recomendável. Os fãs de Romero e de seu legado não ficarão decepcionados. Valeu muito a pena dormir depois das três da matina. Quem importa-se em parecer um zumbi no trabalho quando se viu um filme tão bom, emblemático e do nosso tempo? Eu mesma não.

Trailer - Extermínio


15 comentários:

  1. olá
    obrigada pela visita no blog
    esse filme parece bom!! =] hehe
    vlw por seguir.
    hehe
    bjos
    leticia
    aceito parcerias
    =]

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga vc vive me surpreendendo! e a cada nova postagem sua encontro mais coisas em comum entre nós. Agora, como se não bastasse os seus outros atributos, vc tbém se mostra como uma excelente crítica de cinema! será que está surgindo uma nova concorrente do cinemeirosnews? adorei sua matéria e gostaria de dizer que já assisti ao filme e que ele tem uma sequencia: Extermínio 2, só que achei o primeiro bem melhor, mesmo assim ainda indico ver o segundo p/ fazer algumas comparações.
    Grande abraço do seu amigo e parceiro Érico

    ResponderExcluir
  3. Concordo com o vosso amigo Érico Pena, a maétira esta ótima Fran. Não me recordo se já assisti ao filme, são tantos filmes sobre zumbis...
    Érico, não deixe de ver as outras críticas escritas pela Fran. Ela se supera a cada postagem. Vlw a visita lá no blog Fran. Beijão!

    ResponderExcluir
  4. não sou ligada a filme de zumbis e etc's.
    se não tiver algo melhor para ver é claro que eu arrisco, e várias vezes já não me arrependi.
    voce explicou o filme de uma maneira fácil e maravilhosa, transmitiu tudo e deixou com que quem lesse tivesse vontade de ver. muito bom

    beijo

    ResponderExcluir
  5. Até que parece razoável...
    COnfesso que não conhecia ....
    Vou ver
    Abçs
    CIA DOS BOTECOS - www.ciadosbotecos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Vi esse filme sendo anunciado numa madrugada dessas e nem dei atenção: desliguei, achando que era um filmeco "Z" ... :)

    Agora fiquei com vontade de ver.

    Muito boa sua leitura, sua sinopse, sua leitura do filme.

    ResponderExcluir
  7. eu só conheço o ator do batman mesmo, mas até que ele se saiu bem. o diretor é competente, deve ter feito um bom filme.

    abraço!

    ResponderExcluir
  8. Extermínio é maravilhoso. Cillian é o máximo. Ele praticamente deu vida a esse filme. O dois também é bom, mas nem chega aos pés do primeiro.

    ResponderExcluir
  9. poxa, gata, eu adoro filme de terror *---*
    e a história desse arece ser bem diferente e interessante...
    vlw pela dica ;)


    http://www.diariodagarotadevariasfaces.blogspot.com/
    (sigo quem me segue e retribuo comentários)

    ResponderExcluir
  10. Pra ser sincera eu não sou muito fã de filmes desse estilo... Com rarissimas exceções..Mas pelo que vc falou não é perda de tempo dá uma olhadinha. Eu nunca assisti o filme, tlvz por puro e simples preconceito.
    Eu também acho que os filmes madrugadísticos globais são bem legais e volta e meia nos dão boas surpresas. As vezes eu fico até tarde estudando e qd resolvo fazer um lanchinho sempre dou uma verificada no que está passando, às vezes eu não consigo voltar a estudar.. rsrs
    Mas valeu a dica, da proxima vez vou ser mais aberta e vou dá uma conferida.

    __
    http://coracaoonline.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Obrigada pela visita! Volte sempre!

    Já li sim, faz um tempinho mas já li hahah, tem um que se não me engano é da mesma série, é o livro de ouro da história do Brasil (infelizmente esse eu emprestei, foi e não voltou mais... Emprestar livro não é muito bom! hahah)

    Legal teu blog! Seguindo aqui! :)

    ResponderExcluir
  12. Ah, esqueci de complementar: Sobre o post :)

    Não assisti e não posso falar muita coisa sobre, mas não é o tipo de filme que eu costumo assistir, curto mais romance ou drama! (Filmes que fazem pensar na vida hahahha).

    ResponderExcluir
  13. Oi menina! Tô sumido mesmo, é essa copa!! Tive problemas com comentários na Taverna, acho que é bug do Blogger mesmo, agora parou. Vamos esperar 48 comentários antes de um diagnóstico. Extermínio é muito bom. Eu gosto desse tipo de filme. Um conselho para você assistir: Zumbilândia e faz a crítica, vamos ver. Também te aconselho (piada!!) a assistir o que eu postei lá na Taverna. kkkkkk Tenebroso!! Bjs menina. Aparece

    ResponderExcluir
  14. So passei pra deixar um cheiro e dizer q vc também é um amor hehehe... e se tiver o link das suas outras críticas é só me enviar por email q acesso na hora! grande abraço do seu amigo blogueiro q completou um aninho de vida Érico

    ResponderExcluir
  15. O filme é ótimo, foi um dos primeiros filmes do Cillian que assisti, é surpreendente. Não tem nenhum tipo de coisa chata que estraga o filme. É um filme de zumbi bem feito, é um tipo de The Walking Dead. Muito bom o filme, recomendo!

    ResponderExcluir

Querido (a) leitor (a), obrigada por ler e comentar no Café Quente & Sherlock! Espero que tenha sido uma leitura prazerosa. Até a próxima postagem!