sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

[Período de férias] Electrolite*

                                                           I'm
      plasticine!**


* Ponto químico - Eletrólito é um termo "médico/científico" para os sais, especificamente os íons. O termo eletrólito significa que este íon é carregado eletricamente e se move para outro eletrodo negativo (cátodo) ou positivo (ânodo). Fonte: HowStuffWorks.
* Ponto musical - uma das minhas músicas favoritas do R.E.M., lançada em 1996, sendo o terceiro single do álbum New Adventures in Hi-Fi

** Plasticina - outro nome para massinha de modelar. 

19 comentários:

  1. Pôxa, T.S.Frank, eu confesso que gostaria de entender melhor Química e Física... mas nunca foi mesmo a minha área rs Meu negócio sempre foi mesmo Humanas. Na escola eu sempre ia muito mal nas matérias do campo de Exatas. :( :( :(

    Bom, o REM não está entre as minhas bandas preferidas, mas tem músicas deles que eu gosto bastante - e não é só "Shinny Happy People" e "Losing My Religion" rsrs

    Mas por que você está "plasticine"? O que anda moldando por aí? :)

    abraço procê! Bom final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, querido Jaime, não é realmente uma vida fácil essa de estudante de Física. Vivemos com a corda no pescoço... E, de vez em quando, muito tristes. Pois é... Eu tô igual 'massinha de modelar' - uma hora de um jeito, outra de outro... Com dores nas costas, me desmachando... He! Eu queria ser engraçada, ao menos, como nosso querido 'platicine moster' da foto aí de cima.

      Excluir
    2. T.S, sempre falo sobre Física aqui nas conversas com meus colegas professores, mas a conversa não é, talvez, das mais interessantes: a carência de professores de Física nas escolas. Aliás, não apenas de Física, mas das matérias Exatas em geral. Aqui na Bahia - e no restante do Brasil - anda tão em falta que o governo, mesmo tendo realizado concurso recentemente, vai contratar ( ou procurar) professores via contrato temporário.

      Bom, nem preciso falar muito sobre o desinteresse pelo magistério, pois os motivos são diversos, mas também a procura pelo curso de Física ao menos na faculdade daqui ( a UFBA - Universidade Federal da Bahia) me parece não ser das maiores. Eu tenho um primo que faz Química e ele me diz que realmente tem poucos alunos concluintes em Física. Em Química também, segundo o relato dele. Uma pena... mas espero que você não desista e prossiga firme, apesar das dificuldades e de alguma tristeza. :)

      Tal o nosso amigo Almir, eu também "viajava" legal pelos planetas nos livros didáticos. Quem não se encanta com o espaço, os planetas, satélites...certamente você já leu, mas eu estou começando a ler um livro muito bom: "Bilhões e Bilhões", do Carl Sagan. (foi meio Clarice Lispector, não? "Eu não falei isso!" rsrs) Tem lá a Física toda, a química, mas não tem como não ficar encantado e parar com a leitura!

      Ah, o monstrinho platicine aí é engraçadinho,mas você é bem mais simpática, se me permite! rs

      Excluir
    3. Olá, querido Jaime! Eu vou colar aqui um comentário que fiz no blog do nosso querido Almir sobre o porquê da desvalorização dos professores no Brasil:
      #[...] Em relação aos professores, sabe, o nosso querido Brasil Brasileiro é o lugar do status - aqui o que vale é a profissão do dinheiro - médico, advogado, engenheiro civil. Conhecimento? Conhecimento era da década de 40 e morreu no começo da década de 90 - universitário era um 'bicho' louvável, que debatia e tinha presença. Hoje? Hoje universitário gosta de Michel Teló... E se esses alunos não valorizam o ensino, não irão valorizar o professor, nunquinha mesmo! É uma cultura forjada em casa pelos pais que 'sonham com uma profissão brilhante' - aquela que o vizinho vai falar - Dr. Fulano de Tal tem uma casa na praia... Se eles não sabem diferenciar Astronomia de Astrologia, como vão reconhecer um professor universitário de Física que ganhou um prêmio por descobrir uma supernova? Vão dizer - Louco, estudou tanto para dar aulas e descobrir algo que a gente nem sabe se é de Deus [o que é um Supernova mesmo? Se perguntarão...].
      Triste, lamentável...Tenho, às vezes, orgulho do Brasil pela cultura que ficou lá atrás e dos cientistas que tiveram que sair daqui para serem reconhecidos.
      [...] Enquanto os educadores daqui são ameaçados e relegados a condição de escravos e amos de leite... Nos EUA os 'Jaimes Escarlantes' são reconhecidos [apesar do sistema americano ter muitas falhas e ele mesmo desistiu por isso, mas tentou!] e, no Japão, os mestres são louvados pelos imperadores.

      Excluir
    4. Muito bom o seu comentário, T.S.Frank.

      Apenas para acrescentar: os modelos de ascensão social no Brasil não estão relacionados aos estudos, conhecimento, escola. O sonho de boa parte da galerinha hoje qual é? Ser jogador de futebol, modelo, atriz/ator, cantor de pagode/sertanejo/axé, enfim... claro que para tais atividades é preciso talento, o problema é que nem isso vem sendo levado em consideração. Me espanta essa "revolução dos comuns" - não que os "humildes" não possam chegar ao topo, e sim o que eles têm a oferecer.

      E o mais interessante: dizer isso, hoje, é considerado por muitos como "inveja" ou "elitização". Um dos cientistas mais brilhantes deste país e do mundo, o Miguel Nicolelis, é um ilustre desconhecido por aqui. Talvez o dia que aparecer no Faustão alguém se lembre "daquele cientista lá".

      :(

      Excluir
  2. Olá "Senhor" T.S. Frank (rs)

    Só mesmo você para conseguir juntar íons, REM e massas de modelar... rsrs.

    Conforme nosso amigo Jaime, eu também nunca me dei bem com as exatas, para a minha desgraça. Eu já contei essa história aqui, logo no primeiro dia que apareci, se não me falha a memória: eu sempre fui tarado por astronomia, mas minha frustração era não saber fazer a conta mais básica de matemática sem nenhum erro de cálculo no colégio... se eu trabalhasse na Nasa, o foguete que foi para a Lua iria parar em Vênus... rs. Mas eu me conformo em asistir os programas sobre o assunto no Discovery e no History (prêmio de consolação).

    Grande beijo amiga querida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querido Almir!
      Não é super olhar para nossas bandas favoritas e ver em cada música uma história por trás? Eu adoro ver que as boas bandas falam de coisas interessantes, citam pessoas legais. Pena que a galera hoje não quer saber de pesquisar. hahahaha... Já imaginou o foguete indo para Vênus? E com astronautas e tudo?

      Excluir
    2. Pois então... Eu sou agora o SENHOR T.S. Frank. :)

      Excluir
  3. Oi T.S Frank!
    Hey, vc sumiu!! Tudo blz por aí?
    AHSHS eu dispenso esses livros para adolescentes e assim como vc, ficarei com os bons e velhos clássicos!
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Frankinha tudo bem aí nas férias?

    Menina, hahahahhahahahahhahaha acho que sou burrão, hahahahahhahahaahhaha não entendi nada desse post!

    Um beijão e tenha um lindo final de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehe... Sabe, não tem aquela música do R.E.M. - Electrolite? Pois é, tem uma parte que diz 'You're plasticine'... Eu amo essa música e eu acho essa parte um máximo, afinal, estou como massa de modelar [plasticina] - mudando a toda hora de humor e me desmachando com dor nas costas. O monstrinho de plasticina sou EU - VERDE e FEIO! Só que engraçadinho...

      Excluir
  5. Todo mundo é um pouco assim, não é? Todas as coisas que acontecem ajudam a "modelar" as pessoas, seja pro bem seja pro mal...
    Não conheço muita coisa do R.E.M., vou ouvir essa música :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Flicts, R.E.M.é bem legal mesmo... Eu adoro! E concordo com tudo que disses!

      Excluir
  6. Oi Frank... ahhh, acho que estou na onda do Jaiminho... até gosto de matemática(básica, do ensino fundamental... aqui sou expert... hahahhhaah). Porém, não comece a complicar que me enrolo todinha... Fisica e química? Só o básico do básico... quando começa a dificultar, é como se estivesse falando grego comigo, bebê. rsrsrs

    Ahhh, REM eu não curto muito.

    Que bom vc ainda estar de férias... As minhas acabaaaaaaaram! Buáááá...

    Estou ralannnnndo tantão! É o jeito, né!?

    bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Joicy! A Física é linda, pode crer!

      Excluir
  7. Oi tudo bom? Então, é a minha primeira visita aqui no seu e poxa, estou adorando! Estou seguindo e voltarei mais vezes!

    Também tenho um blog, passa por lá? Te deixo o link dele:
    http://25conto.blogspot.com/

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Ticy!
    Adorei este teu post! Muito inteligente, apesar de eu não conhecer quase nada do REM... rsrs
    Concluo uma coisa:
    I'm not plasticine! :)
    Não sou de modelar rsrs.... mas gosto de modelar, o que me parece um problema, às vezes...
    Sempre tive uma paixãozinha por física, astronomia, etc... e alguma coisa de exatas, o problema é que as exatas é que não gostam de mim! rsrs

    Fia arquitetura e.... (bem, nem te conto!) rsrs

    Beijinhos e aproveita as férias moça linda!
    Te cuida miga!

    ResponderExcluir

Querido (a) leitor (a), obrigada por ler e comentar no Café Quente & Sherlock! Espero que tenha sido uma leitura prazerosa. Até a próxima postagem!