sábado, 28 de maio de 2016

Outcast e Preacher - novas séries que o CQ&Sherlock está acompanhando

Desde o fim de Fringe (2008-2013) e The Mentalist (2008-2015), digamos, não estava mais tão extraordinariamente empolgada com série alguma (Arquivo-X não conta, apesar da volta deste ano, pois foi um revival.).

Com a chegada da Netflix e da minha Smart TV, pude conferir muitas novidades neste campo - boas e ruins. E, também, criei raízes no meu sofá. A evolução das séries, ao longo do tempo, com ajuda dos serviços de streaming e downloads da internet, transformou esse passatempo em uma verdadeira cultura de massa - o símbolo de uma geração.

E os quadrinhos também entraram nessa.

E é aqui que temos o divisor de águas para a T.S. Frank.

Não gosto de quadrinhos de super-herois (e essa afirmação engloba mangás de todos os tipos e de todas as temáticas, assim como animes). Eles são bem feitos, são! E as qualidades são muitas. Aqui reina uma questão de gosto mesmo. É igual ao Senhor dos Anéis - não aprecio de jeito nenhum! E a saga é histórica, construída ricamente e é soberba. Mas prefiro, anos luz, a Saga Nárnia.

Eu amo quadrinhos para adultos, cheios de violência, sangue, sobrenatural, magia e o cotidiano urbano - verdadeiras dissertações sobre a vida real e seus fantasmas psicológicos. É nesse ponto que a arte dos balõezinhos fazem sentido para mim.

E, nesse fluxo, o CQ&Sherlock passa a acompanhar um série promissora, aliás, duas:




Santa tecnologia: agora posso ler Outcast no
meu tablete: #01 - Uma Escuridão o Cerca
1-OUTCAST - De longe, a minha preferida. Ela é baseada no quadrinho (que começou a partir de 2013 e continua a ser lançado) criado por Robert Kirkman (The Walking Dead) e Paul Azaceta. O enredo traz Kyle Barnes - um rapaz que, desde a infância, é atormentado por possessões demoníacas. Mas essas atingem somente as pessoas próximas a ele, trazendo dor e sofrimento para sua vida. Só que, agora, Kyle está determinado a descobrir a verdade sobre essa espécie de maldição que o assola, mesmo que isso signifique um possível extermínio da vida na Terra.

O primeiro episódio foi liberado no Youtube para que todos pudessem conferir. A responsável pelo piloto foi a Cinemax. Mas é a Fox que transmitirá a série. Ela irá ao ar todas as sextas.

O ator que faz o papel de Kyle é Patrick Fugit (o garoto de Quase Famosos/2000) - excelente no papel. É o tipo de protagonista que você se apega desde o começo.

A HQ já possui 18 edições lançadas e  eu já li 17 delas. Virou vício, a propósito.

Como a premiere oficial da série será ainda em 03 de julho, o Rotten Tomatoes ainda não colocou a pontuação. Mas no IMDb já mostra uma excelente nota - 8,2 (atualização do Rotten Tomatoes será colocada aqui assim que sair.).



Eis aqui o primeiro episódio de Outcast, na íntegra e legendado, liberado pela FOX Brasil:



2 - PREACHER - ela ainda é um mistério para mim. Confesso que, ao longo de quase uma hora e cinco minutos, eu fiquei na dúvida se ela estava me cansado ou me divertindo. Então, depois de ver o piloto, fui consultar algumas pessoas que já leram os quadrinhos e, por ventura, viram o primeiro episódio. Segundo a minha irmã, a primeira delas, foi amor de primeira! E ela está lendo os quadrinhos fervorosamente (eu ainda começarei). As palavras dela foram - a série deixa você curioso. O segundo, um colega do curso de Física, me disse que não viu o piloto, mas o quadrinho é insano e um dos melhores que ele já leu na vida.

Então, vamos lá: a série é baseada na série de 66 quadrinhos (mais 6 edições especiais), da década de 90, pelo selo Vertigo da DC Comics. Foi criada por Garth Ennis e Steve Dillon. Preacher conta a história de Jesse Custer, um ex-pastor que foi possuído por uma entidade sobrenatural e que confere a ele o poder de fazer com que qualquer pessoa o obedeça. Essa entidade é Gênesis - fugitiva do Paraíso. E os anjos a procuram para prendê-la novamente. Quando eles descobrem que ela e Jesse Custer se tornaram uma só indivíduo, o objetivo passa a ser exterminá-lo. Para isso ressuscitam um matador do século XIX, o Santo dos Assassinos e o enviam para persegui-lo.

O piloto dividiu opiniões. Os mais xiitas dos quadrinhos não gostaram muito. Talvez pelo toque de humor do ator Seth Rogen (responsável pela direção, juntamente com Evan Goldberg) e algumas caracterizações de personagens

Jesse é interpretado por Dominic Cooper (A Duquesa/2008), que está bem legal no papel.

É a AMC responsável pela transmissão da série. E ela vai ao ar todos os domingos.

Eu estou aguardando mais... Por enquanto, é isso que tenho para dizer sobre Preacher. Mas no IMDb a nota está ótima - 8,8. O Rotten Tomatoes também deu uma excelente nota - 92% de aprovação.


Eis aqui o piloto de Preacher:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Querido (a) leitor (a), obrigada por ler e comentar no Café Quente & Sherlock! Espero que tenha sido uma leitura prazerosa. Até a próxima postagem!