terça-feira, 30 de novembro de 2010

Nunca abandone o Sol (Never Leave The Sun)

Dando uma parada nas histórias da Ela, eu fiquei pensando em outros acontecimentos - a vida real. Nesse exato momento eu não me importaria se viessem e levassem-me para um clínica de repouso, como naquele filme On The Edge (com o Cillian Murphy).

Minha mente está confusa, meu estômago dói, estou inquieta... Quase estou suplicando por um sonífero de duração 24 horas.

O Café anda sem postagens e essas quando saem, saem assim... tristes, melancólicas... Pergunto-me se os leitores realmente merecem isso...

Estou sem inspiração. A vida não anda lá muito M&M's... Nunca esteve.

Dizem que as coisas melhoram com o tempo. Só se for para a realidade alternativa. E se a viagem até ela não causar estragos em outras vidas, então - levem-me, levem-me!

Estou com uma certa toxidade presente. Divirto-me mais imaginando como é "viver de cara para o vento"... Ou ficar pensando naquela praia de águas verdes e nuvens cinzas... E um arco-íris.

Eu terei que deixar muitos assuntos de lado, dar o famoso "tempo". Não do Café, lógico (uma hora alguma postagem boa virá.), porém de pontos, projetos e sentimentos que eu gostaria muito que simplesmente acontecessem na minha vida de um modo bom, sem nada lynchiano. Todavia elas insistem em não fluir, ou colocam em chegue minha própria sanidade mental. Esses turbilhões de incertezas, de sacrifícios sem propósito, de gosto amargo e agonia terão uma pausa até que alguma luz faça-se presente.

Esse meu bocejar ao menos prenuncia sono... Coisa que preciso ainda mais - dormir!

De todos os que colocarei na balança, dois eu gostaria muito que dessem certo. Ambos não dependem de mim e todos os sacrifícios que já fiz pelos mesmos só trouxeram-me uma única certeza - a absoluta incerteza.

Nunca abandone o Sol... Eu não gostaria... Contudo sua luz anda cada vez mais distante da minha face.

5 comentários:

  1. Então, não fique assim...talvez vc não esteja convencida disso mas não ha nada como o tempo para mudar muito as coisas...principalmente inspiração e animo!!! Uma dormidinha e um lindo dia vem sim...parece cliche...mas é a vida!!!

    ResponderExcluir
  2. Amiga, a vida é assim... tipo uma montanha russa com altos e baixos! esse mês de novembro tbém nào foi mt bom pra mim: briguei com minha esposa, minha vó morreu, fiquei doente da garaganta por quase duas semanas (como um professor pode falar sem voz?, meu filho caiu da cama (ainda bem que fora o susto nada aconteceu), enfim... não foi bem como eu imaginava. e td isso me tirou um pouco da inspiração e motivação pra escrever, porém posso até ter parado um pouco porém jamais desistirei pois foi através do blog q conheci pessoas maravilhosas como vc e sei q conhecerei mts mais, sem falar que eu adoro escrever. Um grande abraço, levante a cabeça e dê a volta por cima pois a luta continua blogueira hehehe...
    obs: visite os meus blogues assim q possivel, sei q nào andam mt atualizados mais eu to levando hehehe...

    ResponderExcluir
  3. Olá! Parabéns pelo seu Blog!
    Já estou lhe seguindo!
    Aproveitando também para divulgar os meus Sites...
    Siga-me também!
    Tem Sorteio de natal por lá!
    http://www.martas-bgfs.com (Templates personalizados para Blogs)
    http://www.brilhosgifs.com (Gifs para Orkut e enfeites para Blogs)
    Abraços,
    Marta.

    ResponderExcluir
  4. Também acho bobagem quando falam que o tempo melhora tudo. Tem coisas que, com o tempo, só amarguram ainda mais.
    Mas são os momentos assim, por mais longos que sejam, que nos fazem mais fortes. E isso nos ajuda a batalhar por um lugar mais próximo da luz do sol :)

    ResponderExcluir
  5. amigaaaaaaaaaaaa..eu te amoooooooooooooooooo!
    BAD GIRLS FOREVIS CERTO? OK? OK?..RSRSS

    Sobre teu post.
    concordo contigo em tudo..
    e nisso aki.olha q maximo..parec q me li:

    'Dizem que as coisas melhoram com o tempo... Só se for para a realidade alternativa. E se a viagem até ela não causar estragos em outras vidas, então - levem-me, levem-me!
    ''

    ResponderExcluir

Querido (a) leitor (a), obrigada por ler e comentar no Café Quente & Sherlock! Espero que tenha sido uma leitura prazerosa. Até a próxima postagem!